Prós e contras de fazer intercâmbio

Fazer intercâmbio para estudar e se especializar no idioma de um país estrangeiro parece ser um ótimo investimento para amadurecimento na vida. Mas também pode ser um grande passo na carreira, seja para adolescentes ou jovens que já frequentam uma universidade no Brasil.

Nesse ínterim, um intercâmbio de um ano ou até menos pode encher seu currículo com bagagem cultural, aperfeiçoamento nas habilidades linguísticas, independência, autonomia, além de experiência internacional.

Prós e Contras do Intercâmbio

Vantagens de fazer intercâmbio

Além do “up” que a experiência vai dar em sua carreira que está prestes a se iniciar em quesitos como bagagem cultural e fluência em mais de um idioma, o intercâmbio possibilita que o jovem cresça não só profissionalmente, mas que amadureça como pessoa. Devido às situações em que tem que enfrentar por estar sozinho fora do país de origem.

Entretanto, ninguém melhor para dizer quais as vantagens do que alguém que tenha passado por isso.

É verdade quando dizem que o Descomplica é um dos melhores cursinhos do Brasil?

Maria Júlia de 21 anos ficou um ano em Milão estudando arquitetura e conta o quanto o intercâmbio foi importante,

“Eu acho que o intercâmbio foi um diferencial. Principalmente porque eu desejo trabalhar futuramente em alguma empresa grande. Em uma seleção de emprego acredito que conte bastante ter estudado em uma universidade renomada da Europa”.

Ao mesmo tempo, com uma visão projetada para seu futuro, Maria relata: “Outro aspecto foi o crescimento pessoal. Assim, o que pude ver é que quando estamos viajando nossa mente abre muito, e uma vez aberta não se fecha nunca mais”.

Em seguida, Maria conclui: “Cada coisa por menor que seja, faz diferença na sua vida. Então, seja se virar sozinho para ir a um médico em outro país, seja para aprender e se virar em uma nova língua. Conhecer pessoas de vários lugares diferentes e suas particularidades culturais. Resolver todos os seus problemas sozinho, economizar no supermercado. Economizar em tudo”.

Outra vantagem pode estar relacionada aos países vizinhos. A argentina, por exemplo, é um prato cheio para estudantes brasileiros. Da mesma forma, Doutorado e Mestrados em Portugal também são muito comuns pela facilidade da língua falada.

Desvantagens de fazer intercâmbio

Em primeiro lugar, a desvantagem de estudar fora é se o jovem ainda tiver dúvida do que realmente quer. Assim, esse pode ser um bom atrativo para querer apenas curtir baladas e os amigos.

Sob o mesmo ponto de vista, existe o receio de largar a vida no Brasil por um lugar onde você nunca foi. Por isso, deixar a família e os amigos para trás está entre uma das maiores reclamações de quem decide deixar o Brasil. Afinal, a saudade nos faz repensar bastante se vale a pena continuar morando fora.

Poderia destacar o custo como uma desvantagem também. Mas estudar fora do país é um investimento e não uma desvantagem. Afinal, você voltará com uma bagagem enorme que só trará lucros e sucesso para sua carreira no futuro.

Compensa ter assessoria de agências de intercâmbios?

Inesperadamente se engana quem acredita que para fazer um intercâmbio basta pegar seus materiais e ir para outro país. Por certo, não teria a necessidade das agências para fazer intercâmbio.

Assim sendo, já posso te adiantar que ter uma assessoria é vital. Afinal, uma agência de intercâmbio poderá te dar uma consultoria educacional, além de:

Ajuda para tirar passaporte
Orientação pré e pós embarque
Auxílio de visto com a empresa parceria do intercâmbio
Busca por residências perto do curso
Consultoria para trabalho
Seguro viagem
Cursos de idioma
Análise do melhor destino de acordo com seu perfil

Como contratar uma agência de intercâmbios

  1. Escolha o destino

    O primeiro passo é saber para onde você quer ir e quanto você tem guardado para investir. Afinal, pode não ser tão barato.

  2. Escolha a agência

    Escolha uma boa agência. Nós recomendamos a SomosIntercâmbio, por ser referência em intercâmbios na América Latina.

  3. Documentação

    Você já possui passaporte e visto? Se não, a agência poderá te auxiliar com toda a documentação.

  4. Acordo

    Mostre para a agência quais são suas pretensões e desejos para definirem juntos qual o melhor destino.

FAQs – Principais perguntas sobre intercâmbios

Com quantos anos pode fazer intercâmbio?

A saber, a partir dos 14 anos as agências de intercâmbio já auxiliam os estudantes durante suas férias escolares. Na maioria dos casos, o intercâmbio tem duração de 2 a 8 semanas e é oferecido a jovens entre 14 e 17 anos de idade.

Qual o melhor país para fazer intercâmbio?

Inegavelmente, os países vizinhos, como Argentina e Chile são ótimas opções. Além de Portugal, na Europa, pela facilidade da língua.

Como fazer intercâmbio sendo pobre

Em suma, as opções mais viáveis para quem tem pouco dinheiro é fazendo serviços, como de babá ou fazendo estágios não remunerados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *