Prouni 2023

Home / Enem / Prouni 2023
0

Programa Universidade para Todos, Prouni, é um programa de acesso ao Ensino Superior mantido pelo Governo Federal desde 2005 e oferece mais de 300 mil bolsas de estudo por ano em faculdades particulares.

São concedidas bolsas integrais e também parciais (50%), conforme a faixa de renda do estudante.

Para as bolsas integrais, quando não é preciso pagar nenhuma porcentagem das mensalidades, a renda familiar por pessoa deve ser de até 1 salário mínimo e meio. Para as parciais, a renda pode ser de até 3 salários mínimos.

grupo zap

Quando começam as inscrições do Prouni?

As inscrições para o Prouni sempre começam na semana seguinte às do SiSU. Neste ano, o site do Prouni estará aberto do dia 27 de junho ao dia 30 do mesmo mês.

Já participei do SiSU, posso me inscrever no Prouni?

Sim, você pode se inscrever no Prouni mesmo tendo participado do SiSU.

Se você está na lista de espera de uma Universidade Federal, ou mesmo se já foi aprovado na chamada regular do SiSU, você também pode tentar o Prouni. Porém, caso obtenha aprovação nos dois, você deverá escolher qual das vagas irá ocupar.

Há uma Lei que proíbe que uma mesma pessoa preencha, ao mesmo tempo, duas vagas no Ensino Superior Público. Essa regra se estende também ao Prouni, ou seja, é proibido cursar uma Universidade Pública e uma particular como bolsista do Programa.

O Prouni pode ser até mais interessante que o SiSU, pois ele pode possibilitar que você: 1) faça o curso mais desejado;  2) permaneça na mesma cidade.

grupo zap

1) Se você sempre quis fazer determinado curso, mas ele é muito concorrido no SiSU e você só conseguiu aprovação em um curso que não era a sua primeira opção, o Prouni pode ser a solução para você seguir a carreira que sempre quis.

2) Além disso, caso a sua nota do Enem, no SiSU, só tenha sido suficiente para uma universidade muito distante de onde você mora e você não tem condições de estudar fora, seja porque já trabalha, tem filhos, precisa ajudar a família, entre outros motivos, conseguir uma bolsa para estudar em uma faculdade particular na sua cidade pode ser uma excelente alternativa.

Quais os critérios?

  • O Prouni é voltado para estudantes que ainda não tenham nenhum diploma de Ensino Superior. Portanto, se você já é formado em qualquer curso, seja por uma universidade pública ou particular, você não pode participar;
  • É preciso ter feito o Enem no ano anterior e ter obtido média mínima de 450 no conjunto das provas objetivas (pode ter tirado menos de 450 em alguma delas, desde que a média das quatro seja maior que 450), além de não ter zerado na redação;
  • Ter estudado em escola pública ou ter sido bolsista integral em escola particular.

Mas, além de se enquadrar nos critérios, fique atento. Escolha uma boa faculdade particular para tentar a bolsa, pois um curso de qualidade inferior pode, entre outras coisas, atrapalhar o seu ingresso no mercado de trabalho.

Como escolher a faculdade?

1) Avaliações do MEC:

Primeiramente, você precisa pesquisar a nota da faculdade e do curso nas avaliações realizadas pelo Ministério da Educação. São aquelas avaliações que compõem o SINAES (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior). Consulte sempre:

  • IGC (Índice Geral de Cursos), que é um indicador de qualidade das Instituições;
  • CPC (Conceito Preliminar de Curso), que avalia os cursos de cada Instituição;
  • Conceito Enade, que mostra o desempenho dos estudantes de cada curso/Instituição.

Todos ficam disponíveis no site do Prouni.

Nessas avaliações, as notas vão de 1 a 5 e os cursos/instituições que recebem 1 ou 2 são considerados insuficientes. Dentre os que têm notas 3, 4 e 5, prefira as vagas nos cursos e faculdades que tiverem 5 ou 4.

2) Outras avaliações:

Para além das avaliações do MEC, há duas outras que merecem ser consultadas:

  • Ranking Universitário da Folha (RUF);
  • Avaliação de Cursos do Guia do Estudante.

3) Visitar a Instituição e conferir a estrutura:

  • Laboratórios (especialmente para os cursos de biológicas, engenharias, informática, entre outros);
  • Equipamentos (cursos de multimeios, por exemplo, precisam de estrutura específica);
  • Bibliotecas (seja qual for a área, uma boa biblioteca é essencial!);
  • Estrutura de apoio (salas de estudo, salas de informática, cantina, entre outros);
  • Facilidade de acesso por transporte público.

4) Pesquisar na Internet as seguintes questões:

  • Quantidade de professores mestres e doutores;
  • Apoio para direcionamento ao mercado de trabalho;
  • Parcerias para a realização de estágios;
  • Oportunidades de seguir na carreira acadêmica (cursar mestrado e doutorado).

Como faço a minha inscrição no Prouni

No dia 31, o SisProuni começa a receber a inscrições. É um sistema on-line, parecido com o SiSU, no qual os estudantes podem escolher duas opções de curso/faculdade para tentarem a bolsa.

SisProuni faz duas chamadas regulares (diferente do SiSU, que só faz uma) e, após as duas, o aluno ainda pode manifestar interesse por continuar concorrendo na lista de espera.

Se você for chamado em uma das duas chamadas do SisProuni, entre em contato com a faculdade para conferir o endereço, dias e horários da matrícula.

Porém, se ficar na lista de espera, passe a acompanhar as chamadas que a própria faculdade irá fazer e, caso seja chamado, corra para levar a documentação dentro do prazo.

Quais os documentos para a matrícula?

Além dos documentos pessoais mais comuns, os bolsistas do Prouni precisam comprovar a situação financeira da família. Em síntese, você deverá apresentar os holerites de todas as pessoas do núcleo familiar, declaração do imposto de renda, entre outros.

A lista de documentos necessários costuma ficar disponível no site das faculdades. Aliás é melhor começar já a separar os documentos que provam a renda da sua família. Sem isso, você não vai conseguir a vaga.

Dica: se você conseguir uma vaga pelo SiSU, mas pretende tentar o Prouni e dar preferência à bolsa, só cancele a sua matrícula na Universidade Pública quando a documentação na faculdade particular estiver toda assinada.

Assim, a concessão da bolsa do Prouni está condicionada à aprovação da documentação e à abertura de turma no curso e faculdade escolhidos.

Quais são as exigências durante o curso?

Depois de tudo certo com a matrícula, não vai ser moleza. Para manter a bolsa do Prouni, você terá que ter um desempenho razoável no curso, pois haverá um acompanhamento das suas notas e evolução no curso.

A regra diz que o estudante deve garantir a aprovação em, ao menos, 75% das disciplinas cursadas no semestre. Caso contrário, a situação dele será analisada pela coordenação do Prouni na Instituição e ele poderá perder a bolsa, especialmente se isso acontecer duas vezes.

Além disso, é preciso ficar atento aos prazos para a renovação da bolsa a cada semestre. Desse modo, quem não renovar, perde a bolsa também. Tudo isso é organizado pela coordenação do Prouni dentro da faculdade.

Além disso, quem é bolsista parcial precisa pagar a outra metade das mensalidades (exceto os que pediram o Fies para a segunda metade do valor). O não pagamento é um dos motivos de perda das bolsas.

grupo zap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

«
»